Aparelhos Auditivos e operação às cataratas podem prevenir demência

A demência pode ser prevenida com a simples utilização de aparelhos auditivos ou com uma cirurgia para melhorar a visão, é o que sugerem estudos recentes.

No entanto, um estudo da revista científica PLOS ONE refere que operar as cataratas diminui para metade as taxas de declínio cognitivo. A utilização de aparelhos auditivos tem um efeito ainda maior, reduzindo o declínio da memória e das capacidades cognitivas em mais de 75%.

Aparelhos Auditivos podem prevenir a demência

Preservar a audição assim como a visão permite que as pessoas se mantenham fisicamente activas e socialmente integradas. A pesquisa sobre o uso de aparelhos auditivos, publicada na revista da American Geriatrics Society, foi levada a cabo com 2040 participantes entre 1996 e 2014.

É importante reduzir o estigma assim como os custos

É por isso que um dos investigadores, o Dr. Piers Dawes, é peremptório: “Estes estudos mostram que é importante superar as barreiras que impedem as pessoas de terem acesso a cirurgias aos olhos e aparelhos auditivos. Há muitos obstáculos para ultrapassar: há pessoas que não querem usar aparelhos auditivos devido ao estigma associado. Por isso, é importante desmedicalizar o processo para que o tratamento não tenha de ser feito em ambiente clínico. Isso reduz o estigma e até os custos”.

No entanto, as listas de espera para a cirurgia às cataratas são longas e os aparelhos auditivos dos grandes centros auditivos são caros e é por isso que os especialistas em audição recomendam que se utilize aparelho auditivos assim que os primeiros sinais de perda auditiva são detectados, o que pode ser facilitado pela desmedicalização do processo.

Acima de tudo, quem sofre de perda auditiva seria avaliado rapidamente e sem custos por um audioprotesista qualificado, em vez de esperar por consultas com médicos, normalmente demoradas e/ou dispendiosas.

Fonte: “The Daily Mail”

“Eu tinha bastante perda auditiva e evitava o mais possível o convívio com as pessoas que me rodeiam. Como não ouvia, tentava fazer leitura labial, mas nem sempre era possível. Desde que coloquei os meus aparelhos auditivos, a minha vida mudou por completo. Por exemplo, em casa, a televisão está mais baixa e a família já não reclama.

Além do mais, os convívios passaram a ser frequentes e muito mais alegres.
Sou Auxiliar de Acção Educativa e era muito complicado fazer o meu trabalho. Tinha sempre de pedir para repetirem… agora não, até já peço é para falarem mais baixo! Os meus colegas, na brincadeira, até dizem: “Temos de ter cuidado que agora a Dona Ana ouve tudo…”.

Em conclusão: estou muito contente com a AudiçãoActiva! Foram, e continuam a ser, muito atenciosos comigo, por isso até faço questão de ir visitá-los de vez em quando e levar-lhes uns miminhos.”

Ana MariaBeja

Alguns sintomas
de Perda Auditiva

  • Aumento de volume da televisão e rádio

  • Pedir as pessoas para repetirem o que disseram

  • Dificuldade em ouvir pessoas quando distantes

  • Dificuldade em ouvir um diálogo ao telefone

  • Não ouvir o toque de campainha ou de telefone

  • Certos sons apresentam-se demasiadamente altos

  • Apitos (ou zumbido) em um ou ambos os ouvidos

Sente dificuldades em ouvir todos os sons? Então não adie. Fale connosco!

Partilhe este artigo com familiares e amigos