.

Agendar

Telefone

Menu

Idadismo: o que é, os tipos e como combater?

idadismo
Sabe o que é o idadismo? Este é um preconceito bastante presente na nossa sociedade, que merece ser combatido. Neste artigo, vai ficar a conhecer alguns conceitos, estereótipos associados e possíveis formas de o combater.

O que é o idadismo?

O idadismo, tal como o etarismo e ageísmo, é considerado como o preconceito ou discriminação com base na idade. Por norma, sucede em pessoas mais velhas, mas também pode afetar pessoas mais jovens. A discriminação por idade por vezes não é levada tão a sério como outras formas de discriminação. Ainda assim, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, tem um impacto real na saúde física e mental dos indivíduos. Sofrer este género de preconceitos pode afetar a confiança, a situação financeira e a qualidade de vida.

Tipos de idadismo

Existem diversas formas de categorizar o preconceito e discriminação, segundo a Medical News Today, tais como:

• Preconceito de idade institucional: ocorre quando uma instituição perpetua o preconceito de idade por meio de suas ações e políticas;

• Envelhecimento interpessoal: desenrola-se em interações sociais;

• Preconceito de idade internalizado: quando uma pessoa internaliza crenças de idade e as aplica a si mesma

Exemplo de preconceitos idadistas

O flagelo da discriminação pela idade está espalhado por toda a parte. É frequente que o envelhecimento seja visto como um problema no local de trabalho, por exemplo. Ainda assim, este também se pode verificar noutros ambientes, como nas compras e até num hospital. Diferentes situações de preconceito com base na idade:  
  • Perder o emprego;
  • Recusar contratar pessoas acima de uma certa idade;
  • Ser negada a adesão a um clube ou associação;
  • Ser recusado um novo cartão de crédito, seguro do carro, etc;
  • Tratar os mais velhos como se fossem invisíveis, dispensáveis e menos inteligentes;
  • Ser tratado de forma diferente numa loja, restaurante, hospital ou em qualquer outro espaço;
  • Fazer piadas ofensivas que dão a entender que alguém é menos valioso e digno devido à idade.
Segundo a OMS, em 2017, uma revisão atestou que 1 em cada 6 pessoas, com mais de 60 anos, sofreram alguma forma de abuso, seja emocional, físico, sexual ou financeiro.

Como combater o idadismo?

Só é possível combater o preconceito da idade através da consciencialização pública de que este é um problema real. No mesmo sentido, é necessário eliminar os estereótipos habituais e juízos errados sobre o envelhecimento. Para isso, para a OMS, é necessário criar políticas e leis, atividades educacionais e intervenções intergeracionais.
Ofertas, descontos exclusivos e principais novidades

"*" indica campos obrigatórios

* Campos de preenchimento obrigatório

Últimas novidades e descontos imperdíveis?

Prometemos enviar apenas conteúdos interessantes.

"*" indica campos obrigatórios

* Campos de preenchimento obrigatório

Siga-nos

Também lhe pode interessar

Acuidade auditiva: o que é e como proteger

Microfonia no aparelho auditivo: como evitar e solucionar?

Ouvido sensível: sinais e como lidar

Nota informativa: Na AudiçãoActiva1 queremos que se mantenha sempre a par das principais novidades e este blog é o mais recente meio de partilha. Aqui serão partilhadas as mais diversas informações. Fique atento e mantenha-se informado! (1)AudiçãoActiva é uma empresa especializada na área da venda e programação de aparelhos auditivos. AudiçãoActiva não é prestadora de serviços de saúde. Os conteúdos dos artigos disponibilizados nesta página são meramente informativos e as suas fontes encontram-se devidamente referenciadas e confirmadas.